Vacinas

Pneumocócica conjugada

A vacina pneumocócica ajuda a proteger as crianças das doenças causadas pela bactéria Streptococcus pneumoniae. Entre elas estão: meningite, pneumonia, otite média aguda, sinusite e bacteremia.
A vacina conjugada usada pelo Ministério da Saúde é a 10-valente, ou seja, contém 10 sorotipos da bactéria (1, 4, 5, 6B, 7F, 9V, 14, 18C, 19F, 23F). Porém, existem variações em que mudam as quantidades de sorotipos como a 7-valente e a 13-valente (esta disponível em clínicas particulares). Existe também uma vacina pneumocócica 23-valente (polissacarídica), mas esta só pode ser aplicada em crianças a partir dos 2 anos.

A vacina pneumocócica é recomendada a todas as crianças até 5 anos de idade. São necessárias três doses da vacina Pneumocócica conjugada no primeiro ano de vida (2, 4, 6 meses) e uma dose de reforço entre 12 e 15 meses de vida.

Crianças saudáveis que fizeram as quatro primeiras doses com a vacina 7 ou 10-valente podem receber uma dose adicional com a vacina 13-valente, até os 5 anos de idade.

Crianças com risco aumentado para doença pneumocócica invasiva, entre 2 e 18 anos de idade, devem receber uma dose adicional com a vacina 13 valente e a vacina polissacarídica 23-valente, com o objetivo de ampliar a proteção, respeitando o intervalo mínimo de dois meses entre elas.

Uma única dose de revacinação com a vacina pneumocócica polissacarídica 23-valente deve ser administrada 5 anos após a primeira dose para as pessoas com risco aumentado de DPI.

O Programa Nacional de Imunização do SUS adotou a partir de janeiro de 2016, esquema de duas doses da vacina pneumocócica 10- valente aos 2 e 4 meses de vida, com reforço aos 12 meses.

0
0
0
s2sdefault