Vacinas

Febre amarela

Esta vacina é indicada para residentes ou pessoas que viajam para as áreas onde a doença é endêmica. No Brasil: todos os estados das regiões Norte e Centro Oeste; Minas Gerais e Maranhão; alguns municípios dos estados do Piauí, Bahia, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Deve ser administrada em viajantes 10 dias antes da viagem. Ela também é indicada para pessoas que se deslocam para países em situação epidemiológica de risco.

Nas áreas com recomendação da vacina, de acordo com o MS, indica-se um esquema de duas doses, aos 9 meses e 4 anos de idade, sem necessidade de doses de reforço. Em situações excepcionais (surtos da doença) a vacina pode ser administrada aos 6 meses de idade com reforço aos 4 anos, também sem necessidade de doses adicionais.

Para viagens internacionais prevalecem as recomendações da OMS com comprovação de apenas uma dose.

Em mulheres lactantes inadvertidamente vacinadas, o aleitamento materno deve ser suspenso, preferencialmente por 28 dias após a vacinação e no mínimo 15 dias.

A vacina contra febre amarela não deve ser administrada no mesmo dia que a vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) devido ao risco de interferência e diminuição de imunogenicidade. Recomenda-se que estas vacinas sejam aplicadas com intervalo de 30 dias entre elas.

Esta vacina é contraindicada para imunodeprimidos.

0
0
0
s2sdefault