Desenvolvimento

Como lidar com o desfralde (controle esfincteriano)

O controle esfincteriano deve começar quando a criança estiver pronta para isso. Isso ocorre em geral entre 18 e 24 meses, quando o sistema nervoso central está maturo para essa função.

Como podemos perceber que é o momento certo para iniciar o treinamento?
Determinados comportamentos podem sinalizar que a criança está pronta, como, por exemplo, quando ela se mostrar incomodada com a fralda suja ou vier avisar ( falando "cocô-cocô") ou puxar a fralda pedindo para tirá-la.

Devo começar pelo controle do cocô ou do xixi?
Não existem regras rígidas; deve-se acompanhar com naturalidade os desejos da criança.
Muitas vezes elas falam "xixi" quando na verdade acabaram de fazer cocô.
Como a criança evacua poucas vezes por dia, em geral é mais fácil começar pelo treinamento da eliminação das fezes.
Repare os horários em que ela costuma evacuar e então retire a fralda e coloque-a sentada no penico ou no vaso sanitário, neste caso, com assento redutor. Este assento é importante, pois se a criança tiver que ficar se equilibrando, com medo de cair no vaso, estará tensa e não conseguirá relaxar o esfíncter (ânus) para eliminar as fezes. Providencie livrinhos que tratam do tema “Controle Esfincteriano”. Esse material pode ser encontrado nas livrarias. Leia as historinhas para ela, mostre as figuras. Dê a ela as mãos e peça que as aperte: "força!". Para apertar a mão do pai ou da mãe ela fará a prensa abdominal, facilitando a eliminação das fezes. Evite mostrar descontentamento se a criança não conseguir evacuar ou muita euforia se ela tiver êxito. Volte a vestir a fralda e vá repetindo este procedimento. Com o tempo ela não só terá sucesso no ato de defecar como também começará a pedir no momento em que estiver com vontade de evacuar.
Algumas crianças podem não querer tirar a fralda, preferindo sentar de fralda no penico ou vaso. Respeite seu desejo. Faça o mesmo procedimento e se ela evacuar retire a fralda e jogue o cocô no vaso, voltando a vestir uma limpa.

Antes de continuar é importante avisar que há crianças que se sente mais a vontade em um penico, com os pés apoiados no chão e outras preferem sentar no vaso sanitário com adaptador; nesse caso deve-se procurar um apoio para os pés, que pode ser um banquinho que ofereça sustentação.

Reparem que nessa fase a criança fica com a fralda o dia todo; esta só é retirada na hora de evacuar.
Só depois que a criança tiver o controle das fezes é que se deve deixá-la sem fraldas e com frequência oferecer para ir ao vaso fazer xixi. Nada de forçar.

Com que frequência isso deve ser feito?
Mais ou menos a cada duas horas, pois é o tempo que demora para a bexiga encher.

Devo ensinar meu filho a fazer xixi em pé ou sentado?
Como ele preferir. Certamente ele já viu alguém usando o sanitário (em geral eles querem imitar), e muito provavelmente já ocorreu de a mãe um dia tirar a fralda antes do banho e ele urinar. Pergunte a ele onde quer fazer o xixi. Não há regra e não há motivo de preocupação. Muito provavelmente durante o treinamento das fezes algum dia ao fazer força para evacuar acabou urinando. Eu diria que fazer xixi em pé facilita principalmente quando a criança avisa encima da hora.

Com o tempo do mesmo modo que ocorreu com as fezes a criança começará a avisar quando tiver vontade de urinar.
A retirada da fralda noturna ocorre só depois do controle diurno. Em geral quando a criança começa a acordar com a fralda seca. Quanto a isso é interessante comentar que para a criança acordar seca é necessário que tome menos líquido (leite) antes de dormir; daí a importância de tirar a mamadeira após os dois anos de idade.
Os pais precisam ter paciência durante o treinamento, evitando criticas ou agressões diante dos fracassos e elogiando diante do sucesso. Isso permitirá que a criança se sinta encorajada a continuar.

0
0
0
s2sdefault