Desenvolvimento

Cultura e arte para as crianças

Com certeza, você já ouviu falar da importância da cultura e da arte para as crianças. Se você se questiona como colocar estes elementos em suas vidas, saiba que não é preciso esperar nenhuma faixa etária para fazer isso. Muito pelo contrário, algumas mães já fazem essa inclusão até durante gravidez.

O gosto pela arte e pela cultura pode ser despertado já no dia a dia dos bebês e crianças pequenas por meio de música, leitura, filmes, desenhos e brincadeiras simples e prazerosas, como a pintura.

Filmes e desenhos
Toda criança fica maravilhada em frente à TV. Com os olhinhos vidrados na tela, não há barulho ou movimento que consiga tirar sua atenção, não é mesmo?
Isso porque os desenhos animados são superimportantes para o desenvolvimento infantil, pois além de estimularem ainda mais imaginação do pequeno, ele ainda se diverte e começa a entender melhor o ciclo da vida. Muitos desenhos trazem para as crianças, de maneira lúdica e de fácil assimilação, o aprendizado sobre a vida. Apresentam o bem e o mal, e proporcionam a elas amadurecimento psicológico e sentimental.
Porém, por mais que a TV seja uma maneira de entretenimento, hoje em dia, é preciso acompanhar de perto o que seu filho assiste e, sempre que possível, levá-lo ao cinema e teatro para proporcionar uma experiência diferente. Aproveite para conversar com ele sobre o desenho, peça ou filme a que assistiram, e sobre sua história. Assim, você também pode ajudá-lo a trazer conhecimento da fantasia para o mundo real.

Livros
Os livros também são fantásticos, já que trazem todos os benefícios dos desenhos animados e ainda estimulam muito a imaginação: a criança escuta a história e refaz a cena dentro da sua cabecinha.
Por isso, preze os momentos de leitura, principalmente na hora de dormir. Dessa maneira, você consegue tranquilizar e relaxar seu filho, e ainda mostrar a ele a importância da leitura para adquirir conhecimento, e o quanto este hábito é prazeroso.

Música
Que a música proporciona bem-estar e ajuda a acalmar os ânimos não é novidade, certo? Para as crianças, ela é tão importante que passou a fazer parte da grade curricular das escolas.
A música ajuda no desenvolvimento da coordenação motora, do raciocínio lógico, da comunicação e da memória dos pequenos, além de afinar a sensibilidade, aumentar a concentração e a expressão das emoções.

Pintura
A pintura, sem dúvidas, é um dos passatempos preferidos das crianças. Aqueles livrinhos para colorir com os personagens preferidos então, nem se fala!
Dar lápis de cor e papel para os pequenos que tenham mais de um ano é uma ótima alternativa para estimular a coordenação e a imaginação, além de distraí-los e deixá-los contentes.
Com cerca de um ano e meio, a coordenação do seu filho ainda é precária e, por isso, ele fará um monte de rabiscos sem sentido ou ordem. Mas mesmo assim, encoraje-o! Ele ficará maravilhado ao descobrir as cores.
Aos dois anos de idade, já terá conhecimento da relação entre os movimentos da sua mão e os rabiscos no papel, e estes serão mais controlados. Essa fase marca o descobrimento: ele utilizará muitas cores e terá curiosidade por diferentes materiais como lápis de cor, giz de cera etc.
Com dois anos e meio, a criança já consegue controlar seus movimentos e seus rabiscos começam a ganhar forma e fazer sentido para elas. Um quadrado pode representar uma casa!
A partir dos três anos os desenhos do seu filho serão mais legíveis para você e ficarão bem mais próximos da realidade, e ele fará muitos retratos seus, de amiguinhos e da família. Nessa fase, as cores ganham sentido nos desenhos.
Pintar e desenhar, como você notou, é um crescimento. Por isso, incentive bastante o seu pequeno “Picasso”: deixe que ele se expresse através da sua pequena arte e faça uma exposição em casa com os desenhos dele. É bem divertido e vocês irão descobrir um mundo de fantasia juntos.

Fonte :Texto original extraído do Blog Vida de Mãe – http://www.nestle.com.br/vidademae

0
0
0
s2sdefault